Bolsa Família: Principais motivos de cancelamento

Graças à possibilidade de coletar informações de diferentes bases de dados, é possível descobrir famílias que estejam recebendo renda acima da declarada, ocasionando assim o cancelamento do Bolsa Família.

O governo federal fez uma varredura no programa Bolsa Família. Após consulta aos registros cadastrais, constatou-se que 1.136 milhão de beneficiários estão em situação irregular em 2018. Destes, 469 mil foram cancelados e outros 667 mil benefícios foram bloqueados.

A supervisão da MDSA é mais rigorosa, principalmente porque é possível cruzar as informações de referência das bases de dados de programas como CadÚnico, INSS, Rais, Caged e CNPJ são possíveis.

As principais razões para o cancelamento do Bolsa Família são:

Cadastro desatualizado

Todas as pessoas que recebem o Bolsa Família devem atualizar seu cadastro a cada 2 anos, esse procedimento é obrigatório pois permite a renovação de informações, como endereço, escola, renda e novos membros da família principal

A pessoa responsável pelo benefício pode verificar o aviso da atualização do registro no Bolsa Família. Caso a atualização não seja feita, o benefício pode ficar retido ou até mesmo cancelado.

Se houver irregularidade na atualização do registro, a família se desconectará imediatamente do programa.

Renda acima da declarada

Com a possibilidade de cruzar informações, o Governo Federal consegue detectar as movimentações financeiras das famílias, e aquelas que possuem renda acima da declarada perdem o benefício.

Muitas famílias têm o benefício porque gastaram mais do que a quantia permitida pelo programa. A suspensão ocorreu, sobretudo, nos casos de renda per capita superior a R$ 440,00.

Entre as famílias que recebem de R$ 170 a R$ 440 por pessoa, a MDSA apenas bloqueou o benefício.

As regiões onde ocorreram mais cancelamentos por renda foram as regiões Sul e Sudeste do país.

Informações incorretas

As mudanças que ocorrem na condição familiar devem ser atualizadas no CadÚnico. Assim, as chances de ter o benefício do Bolsa Família cortado são reduzidas.

Ausência de saque

O valor referente ao Bolsa Família deve ser sacado em no máximo 90 dias. Caso haja ausência de saque ou movimentação de conta por mais de seis meses, o MDSA entende que a família não precisa da assistência financeira e realiza o desligamento automaticamente.

Se você teve o benefício Bolsa Família cancelado, procure o CRAS mais próximo de sua residência e verifique suas pendências cadastrais.

Related Posts

5 Comments

  1. Regiane da Conceição Soares Gomes
  2. Simara Ferreira dos Santos
  3. Juciara pereira siqueira
  4. Naira Gomes da silva
  5. Ildeana Gomes

Add Comment